Procurando por

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Dica de banda: Black Kids

Da esquerda para a direita: Owen, Ali, Reggie, Kevin e Dawn.

Esses são Reggie Youngblood (vocais e guitarra), Owen Holmes (baixo), Kevin Snow (bateria), Dawn Watley e a irmã de Reggie, Ali Youngblood (teclados e vocais secundários, ambas), e eles formaram o Black Kids em 2006 após tentativas fracassadas de outras formações com os três integrantes masculinos. Todos são de Jacksonville, EUA, e o nome escolhido, que foi motivo de perguntas infindáveis da imprensa norte-americana, não tem nenhum significado especial além de "garotos(as) negros".



O primeiro álbum, Partie Traumatic (2008), teve como destaque a música que levou a banda ao sucesso internacional, "I'm Not Gonna Teach Your Boyfriend How To Dance With You" (sim, esse é o nome mesmo), que também integra a trilha sonora do terror-comédia Garota Infernal, com Megan Fox, e a lista de músicas adaptadas pelo coral da série Glee. Antes do lançamento, se apresentaram na edição de 2008 do festival Coacheela nos EUA, e depois fizeram turnês com outras bandas.

O som do Black Kids tem origens bastante variadas, mas quase todas com algum ritmo dançante. Em uma entrevista ao site Killabeez, o vocalista cita muitas influências dos anos 80, como o R&B do escandaloso Prince, funk e New Wave em geral, incluindo The Smiths e New Order.

Dessa mistura toda, temos os vocais agudos e quase gemidos de Reggie cantando letras sobre histórias de relacionamentos e problemas sentimentais. O instrumental, pelo contrário, é completamente festeiro. Até as vozes de Ali e Dawn, em coro com Reggie ou em solos especiais só delas, têm um apelo cômico e alegrinho. O baixo tem muitos riffs dançantes, com groove - como geralmente é um baixo de funk - e dificilmente fica fazendo base numa nota só. Também seguem a linha dançante os riffs de guitarra com distorção, os efeitos brilhantes de teclados/sintetizadores que lembram a disco dos anos 70 e as viradas de fazer barulho da bateria.

Até hoje, apenas o Partie Traumatic foi lançado pelo quinteto, além de dois EPs anteriores. Apesar da demora em anunciar novas produções, desde então, tudo o que foi dito pelos integrantes estava relacionado a "vamos escrever novas canções para o segundo álbum", e nada como "vamos dar um tempo" ou "Black Kids acabou". Enquanto isso, a banda também está apoiando e divulgando o projeto solo de música gospel do baixista, Owen Holmes, pelas suas páginas oficiais em redes sociais.

Só para variar um pouco, assistam o video de um outro single menos estourado (mas não menos dançante) do Black Kids, "Look At Me (When I Rock Wichoo)":







Nenhum comentário:

Postar um comentário